Alô polícia: ‘Estamos com fome’!

por Sulamita Esteliam

Tem pessoas que já nascem iluminadas, e mostram quem são desde criança. É o caso do menino que, comovido com a mãe chorando pelos cantos da casa, ligou para o 190, o número da Polícia Militar, e disse: “Estamos com fome: eu, meus irmãos e minha mãe”.

Deu-se em Santa Luzia, município da Região Metropolitana de Belo Horizonte, lá nas Gerais. A notícia está no jornal O Globo do dia 3 de agosto.  O G1 também conta a história, com direito a entrevista da mãe e da criança.

A atitude comoveu a tropa do 35º Batalhão da PM, que, depois de checar se a fome n~~ao envolvia maus tratos, providenciou uma cesta básica para a família do garoto.

E segundo afirmaram à reportagem, vai garantir a continuidade da doação, abrindo-se para receber contribuições da comunidade.

A realidade que atinge milhões de brasileiras e brasileiros, famílias inteiras, crianças de todas as idades, Brasil afora: 33 milhões à beira da inanição, 60 milhões que não fazem todas as refeições diárias.

Desta vez, ganha o noticiário pela pró-atividade de um menino, faminto. Uma família chefiada por mulher, mãe de seis filhos, negra e desempregada, que sobrevive de bico, quando há.

Retrato pronto e acabado da “democracia” tupiniquim.

E como dói.

Fonte:

O Globo

G1/MG

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s