Reflexões sobre a torpeza do estupro

por Sulamita Esteliam

VadiasEstupro é um crime abjeto. Pior do que estupro, só pedofilia – que é estupro elevado à categoria de monstruosidade. Acontece no mundo todo, todos os dias, em proporções arrepiantes. A vileza não conhece fronteiras, e fala línguas variadas. No Brasil, os índices são absurdos – aqui.

Mas o que vem acontecendo em São Paulo e no Rio de Janeiro, mais do que assustador, exige providências severas do poder público, e da própria sociedade que precisa mobilizar-se.

“É barbárie total”, resume minha amiga pernambucana, Ana Veloso, que me envia a reflexão a seguir.

Agradeço a deferência.

 

A Cultura do Estupro

por Ana Veloso*

Em 1999, o Fórum de Mulheres de Pernambuco realizou, junto com a Aliança Comunicação, uma campanha para denunciar uma onda de estupros dentro dos ônibus que circulavam pela RMR. Foram produzidos panfletos, anúncios para jornais e adesivos para carros. No material, além nosso repúdio ao que a professora Lola Aronovich, em palestra, na Católica, conceitua como “cultura do estupro”, uma série de orientações acerca dos serviços de saúde e segurança para as vítimas dessa brutal violência.

A campanha teve grande visibilidade e nós conseguimos que as autoridades tomassem medidas ágeis diante de tal barbárie. Com a mobilização social, evitamos que mais mulheres entrassem para a sórdida estatística da violação sexual.

A certeza da impunidade é combustível para a perpetuação das agressões. Mas essa cultura tem origem na reprodução de uma outra: a patriarcal.

Quando refletimos sobre as tantas faces da violência imposta às mulheres, observamos o quanto a nossa sociedade ainda precisa avançar para que possamos viver em liberdade, sem nenhuma forma de opressão que persista em interditar nossa existência!

* Jornalista e professora de Comunicação

3 comentários sobre “Reflexões sobre a torpeza do estupro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s