A Tal Mineira 10 anos, sempre em boa companhia. Obrigada!

por Sulamita Esteliam

Compartilho o carinho de gente que nos honra com o acesso e o estímulo ao longo dessa década, e que atendeu ao pedido de comentário sobre os 10 Anos do A Tal Mineira

Exageros à parte, há reconhecimento do que nos inspira. Prova de que a energia que nos move flui e encontra eco em muitas cabeças e corações.

Gratidão a cada uma e cada um de vocês – aqui, lá, acolá e alhures.

“O blogue da Sulamita, aquela tal mineira mais pernambucana da Terra Brasilis, mantém a mesma conhecida disposição para informar e resistir, mas deu um salto duplo carpado no lado técnico e estético. Uma retomada de fôlego, pois a luta que se anuncia pedirá de nós mais do que se imagina. Parabéns, querida amiga, e estamos por aqui. Nessa Beagá que te pertence.”
Paulinho Saturnino Figueiredo, sociólogo, professor aposentado, ex-diretor da Fafich/UFMG/Belo Horizonte/MG

“Uma década parece pouco, assim dito. Mas são dez anos. Dez anos em que atalmineira informa e faz refletir, como poucos do gênero tão povoado de quase nada. Parabéns. Obrigado por ser parcial em favor da democracia e da justiça.”
Eutrópio Édipo, cronista e professor inglês/Olinda-PE

“A jornalista Sulamita Esteliam, minha amiga Sula, foi seduzida pelos encantos do Nordeste e decidiu, anos atrás, deixar as montanhas mineiras. Em terras nordestinas, criou o blogue A Tal Mineira, onde exerce com maestria o seu ofício. E a brisa, a luminosidade, a cultura da região parece que deixaram sua pena ainda mais afiada.

Com um texto sempre primoroso, Sula escreve sobre política (muito necessário nesses tempos tenebrosos), economia, direitos humanos e sobre o que lhe der na telha. Afinal, o espaço é dela!

Pois o A Tal Mineira está completando 10 anos de vida e merece muitos aplausos. E na data, quem ganha presente somos nós, os leitores. O blogue ganhou novo design e ficou ainda mais atraente, bonito, muito amigável para quem acessa pelo smartphone mais fácil de ler.

Sula, parabéns pelos 10 anos do A Tal Mineira, muitas décadas de vida, e parabéns pelo seu trabalho. Que, por muitos e muitos anos sejamos brindados com o rico conteúdo que você nos oferece.”
Ricardo Campos, jornalista, editor do Boas-Novas MG e colunista do Além do Fato, ambos nas Alterosas das Gerais.

“Parabéns para “A Tal Mineira” pelos seus dez anos de vida política, literária e por que não diversão? A informação fidedigna, com a qualidade e competência da mineirinha Sulamita. Que A Tal Mineira nos presenteie com mais décadas de existência.”
Adauto Beserra, veterinário e bancário aposentado do Banco do Brasil/Recife-PE

“Vida longa para A Tal Mineira. Reflete bem o que a Sulamita sempre foi: uma jornalista combativa, corajosa, intransigentemente do lado de quem luta contras as mazelas crônicas deste país, como a imensa desigualdade econômica, política e social.”
Jurani Garcia, jornalista e compositor/Belo Horizonte-MG

“O blog atalmineira é ótimo pelos motivos que exponho a seguir: é politicamente progressista; muito bem estruturado, com os assuntos muito bem distribuídos; aborda assuntos atuais e de grande relevância, tais como economia, política e comunicação; o visual é agradável; as matérias publicadas são selecionadas por uma escritora e jornalista experiente e de alto nível, fato este que se reflete na seriedade, rigor e bom gosto do blog.”
Nilton Ferreira de Queiroz, geólogo/Recife-PE

“O que me trouxe ao blog dessa tal mineira pernambucanizada foi a poesia.

Ouvi um de seus poemas declamado durante um evento no Dia Internacional da Mulher na faculdade onde estudei Letras, e aquele verso “Berro meu M de mulher” bateu forte na alma. Foi conexão total.

À época, início dos anos 2000, a internet ainda estava pouco acessível. Guardei o poema e anos depois a encontrei na rede. Sulamita me respondeu. Nos tornamos blogueiras amigas virtuais. E não poderia ser diferente. 

A sua poesia me levou a ler seus textos políticos, sua crítica. Diálogo impossível de desvincular. Até em suas crônicas bebemos da poesia. Refletimos sobre o país e nosso papel transformador.

Alegro-me pela energia que Sula emprega no blog e na partilha com que nos presenteia.

Vida longa ao blog e à sua criadora, essa Tal Mineira, Sulamita Esteliam!”
Márcia Maracajá, poeta, escritora, atriz, performer e professora – Recife/PE

“Sulamita Esteliam, a Sula para os mais íntimos, ou “A Tal Mineira” para os admiradores das suas opiniões no blog que assina diariamente, é, sem dúvida, uma das jornalistas mais conceituadas e ativas na história da grande imprensa mineira e do Brasil.
 
Sua trajetória contundente e singular em defesa do jornalismo investigativo, ético e de qualidade é imensurável. Ela representa a linha de frente nas denúncias, que fazem do ofício de escrever para a imprensa algo tão essencial como respirar, em tempos irrespiráveis, contaminados pela atmosfera nefasta da caça às bruxas nas redações.
 
Tenho profunda admiração e confiança na Sula, que outrora abriu e ensinou a vários focas nas editorias em que coordenou, e que, inclusive, me proporcionou a maior oportunidade na minha carreira profissional. Foi ela quem me conduziu ao fascinante universo gráfico das ilustrações, charges e caricaturas, no meu início, na redação do jornal Diário de Minas, em Belo Horizonte.
 
Esta “Tal Mineira” não sai dos nossos corações, e, ainda mais agora, neste período obscuro da história política e social brasileira, em que precisamos como nunca unir forças num só batimento na busca por democracia, liberdade e em defesa dos nossos direitos.
 
Desfrutem deste novo design do blog, no qual tive a honra de colaborar, e não deixem acompanhar as artimanhas desta inesquecível jornalista e escritora.
 
Salve, salve e boa leitura!
Cau Gomez, cartunista, chargista, ilustrador e artista plástico; mineiro do mundo – Salvador/BA
 
Dar vida a um blog não é tarefa fácil. Exige sentido arguto pra destacar fatos importantes em meio ao febeapá – festival de besteira que assola o país (como dizia o Stanislaw Ponte Preta); tempo de pesquisa; capacidade de análise crítica e amorosidade pelo que se faz. Tudo isso é o que você vai encontrar n’A Tal Mineira. Profissionalismo aliado ao prazer do texto. Se eu fosse você, não perdia.
Márcia Larangeira, jornalista feminista; carioca-recifense, faz doutorado em Estudos de Cultura e Comunicação na ULisboa – Portugal
 

“Lembro-me ainda do dia em que o meu “cumpadi Zé Carlos dos Camboriús” (era assim que eu o tratava e de quem tenho imensas saudades do grande humanista que fora) me disse: “Entre em contato com Sula. Ela é aí de Recife.” E me enviou o link dA Tal Mineira. Eu perguntei, em tom de galhofa: “Mas, cumpadi… Ela é de Recife ou é mineira?”. Ele sorriu e disse: “É mineira e mora em Recife. Foi isso que eu quis dizer… Você está com demência cognitiva?”. E rimos.

Pois bem. Acessado o blogue e feito o primeiro contato, veio aquela relação que sai do nada e constrói o tudo. Assim tem sido a minha fraterna relação com “A Tal Mineira” e com a “A Mineira” por quem tenho um inominável carinho pelo profissionalismo e pela pessoa que é.

“A Tal Mineira” é um blogue que sedimenta e fundamenta o espaço de construção da dignidade humana em que política, cidadania, cultura, direitos humanos e um aguerrido ativismo em prol de uma sociedade mais justa se mostram “juntos e misturados”.

Saúdo a celebração de 10 anos de existência deste imprescindível “A Tal Mineira” com parabéns nomináveis! Grande abraço e beijão, cumadi Sulamita Esteliam! Vida longa “A Tal Mineira”!
Diógenes Afonso, professor e autor de livro didático de Língua Portuguesa – Recife/PE

O A Tal Mineira, nesses últimos dez anos, vem mostrando, em todas as  suas publicações, para o que veio.

A jornalista Sulamita Esteliam não é só a profissional que expressa uma linguagem política atual, é precisa em cada artigo ou documentário. Ela dinamiza, forma opiniões, sensibiliza a gente à cada acesso!
 
Orgulho-me de ser uma conhecedora dessa história jornalística do A Tal Mineira! 
Estar na mídia “cibernética” por dez anos não é pra qualquer trabalho do gênero. É preciso saber dominar esse extenso mercado, para ganhar o merecido crédito. Sulamita nos representa, por protagonizar uma realidade política conjuntural, comportamental e a sua verdadeira história brasileira.
 
Meus cumprimentos e que venham mais 10 anos! Adoro o Tal Tal Mineira!!”
Célia Rodrigues, comunicadora e terapeuta reikiana; feminista, integra a Rede Mulher e Mídia – Juazeiro do Norte/CE

“É voz corrente que  na veia dos mineiros corre pão de queijo! Contudo, para comemorar esses  dez anos de vida do blog a Tal Mineira ouso convidá-la a brindar sua primeira década com sangue de  vaca!! Sim, esse é também o nome da palmeira que é macho e fêmea!  É vinho de açaí! Saúde!!!!!  Sulamita Esteliam! 

Em nome das mulheres  que tem coração marajoara, gostaria de agradecer o espaço generoso  com que fomos agraciadas em seu blog no último 5 de setembro – Dia da Amazônia! Seja nas ondas do rádio ou pela internet, que você continue  remando  contra a maré com força GUERREIRA! 

Que seu trabalho continue inspirando uma comunicação ética, plural e diversa! Viva você! Um Amazonas de felicidade ! “
Mara Régia, jornalista, radialista, comanda o programa “Viva Maria”  pela Rádio Nacional da Amazônia/EBC, há 39 anos que se completam neste 14 de setembro – Brasília/DF

“UMA TAL DÉCADA

E não é que o blog da Sula caminhou por dez anos.

Talvez os dez anos mais esquisitos que eu tenha vivido.

Fomos ao paraíso e descemos ao inferno numa velocidade incrível.

E o blog da Sula estava lá. Nos incitando, nos incentivando, nos convocando, nos provocando.

Nos lembrando que o ato solitário de escrever se torna um ato solidário.

E foi assim que a mineira se tornou a tal.

A Tal Mineira, e já tem dez anos. Uma década. 

Não, não parece que foi ontem. 

Vida longa ao blog da Sula. Vida longa a A Tal Mineira.”
Eneida da Costa, jornalista, produtora da TV Assembleia MG, ex-presidenta do Sindicato dos Jornalistas de Minas Gerais – Belo Horizonte/MG

“10 anos alimentando um blog não é brincadeira não. Nem é tarefa pra gente preguiçosa. Já tive o meu e não dei conta. 

A Tal Mineira só se mantém porque a Sulamita é acelerada, até parece uma paulistana! rs Ela pensa muito e rápido; não fica esperando as coisas caírem no seu colo. Ela insiste em fazer jornalismo com seriedade. E é por tudo isso que desejo que o blog tenha vida longa!”

Reiko Miura, comunicadora e bordadeira de Linhas de Sampa – São Paulo/SP

Parabéns por estar a dez anos do lado certo da história. Sei a dor e a delícia de edificar espaços alternativos de comunicação. Por isso, valorizo demais essa conquista. A sociedade precisa de informação de qualidade!

Avante Sulamita, A Tal Mineira.
Paulo Otávio Pinho, jornalista e radialista, atua na Rádio Pelotas – Pelotas/RS

“Aniversário
 
o site da 
Sulamita
tem política
tem cultura
mineira
nordestina
tem denúncia
antiobscuran-
tista
tem
principamente
poesia
 
no dia a dia
pra que eira
beira
ou tribeira
se tem 
A Tal Mineira?
Carlos Barroso, jornalista, artista e poeta – Belo Horizonte/MG
 

“Parabéns à Sulamita e à ‘talmineira’ pelos 10 anos de dedicada, presente e combativa atuação pessoal e profissional. Vocês duas convergem na mesma cidadã a favor de seu tempo e opositora da injustiça social e da narrativa que teima em mentir para nós brasileiros, sobre quem somos, pra onde vamos e o que estamos desfazendo de nossas vidas e do país.

Siga sempre em frente e pro alto, transgredindo os sinais do conformismo.”
Orion Teixeira, jornalista e blogueiro no BlogdoOrion e no site Além do Fato – Belo Horizonte/MG

“Parabéns, Sula!

Todos deram ótimos depoimentos, mas Eneida matou a charada: você conseguiu continuar guerreira, valente e falando por nós nos anos mais esquisitos de nossas vidas.

Obrigada!”
Mana Coelho – fotojornalista e professora aposentada – pernambucana de origem, mineira por escolha, mora no Sul da Bahia, nos arredores de Ilhéus.

“O blog da Sulamita é um importante espaço para que as discussões instigantes acerca de termas relacionados com a política e os direitos humanos possam ser tratados de forma ética e aprofundada. Abre canal para as denúncias da sociedade civil e contextualiza as informações que são apresentadas. Em tempos em que o fenômeno da desinformação invade as mídias e as redes, funciona como um oásis informativo na web.”
Ana Veloso, coordenadora do Observatório de Mídia e professora do Departamento de Comunicação da UFPE – Recife/PE

O viva, é recíproco, querida Mara Régia, caras e caros amigxs! Esta velha escriba e este A Tal Mineira é vereda coletiva. Obrigada pelos votos, e pela companhia sempre estimulante.
 

*******

Postagem atualizada às 10:42hs do dia 12 de setembro de 2020 para incluir o depoimento de Mara Régia  e a renovação do agradecimento coletivo; e novamente às 17:56hs  e às 19:18 hs para incluir o depoimento da Eneida e da Reiko, respectivamente; às 17:46, do dia 13/09: para agregar os depoimentos de Paulo Otávio e Carlos Barroso;  de novo em 14/09, às 16:45hs, para incluir os depoimentos de Orion e Mana; e novamente em 15/09, às 12:23hs, para acrescentar o depoimento de Ana Veloso.

4 comentários

  1. Salve Sula, quem diria, uma boa notícia no meio dessa pandemia?! 10 anos e eu só agora descobri “A Tal Mineira”, onde vc, amiga “das antigas”, só somente só, só anda mesmo em boa companhia. Vinícius ia a-do-rar…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s