Lula volta a alçar voo, e escolhe Minas para decolar

Lula e a decolagem em Montes Claros, Norte de Minas - Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Lula e a decolagem em Montes Claros, Norte de Minas – Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

 

por Sulamita Esteliam

Sintomático que Lula tenha escolhido Montes Claros, Norte de Minas, para retomar suas andanças por este Brasil de meu Deus.

Sintomático que o ex-presidente mais querido do Brasil tenha escolhido uma rádio mineira, a mais popular das Gerais – a Ita-ti-ai-a! -,  para voltar a dar entrevistas. E exclusiva.

Sorte dos trabalhadores mineiros que tiveram Lula no 12º Congresso da CUT MG, também na sexta, 28, em Belo Horizonte. Onde voltou a avisar: “Discordar do governo pode. Mas é o nosso governo. E mexeu com a Dilma, mexeu com a gente.”

Antes, em Montes Claros,  a repórter Edilene Lopes soube muto bem cumprir seu dever de jornalista. Fez as perguntas que deveria fazer, com respeito e estilo. Muito bem. Nem tudo está perdido no território do PIG. Ou ainda há salvação para o jornalismo tupiniquim.

Quem pergunta quer saber. Resultado, obteve a graça da resposta que toda/o repórter que se preza gostaria de ter tido a glória: Lula admitiu, pela primeira vez, em público, pelo menos: pode, sim, vir a ser candidato a sucessor de sua sucessora auto-sucedida.

Para desespero geral do tucanistão.

O 1º Neto sentiu o golpe e desabalou a falar o que sempre fala: besteira. O que faz o avô, presidente sem nunca ter sido, remexer-se no túmulo cada vez que o moço abre a boca.

Mas o neto de Tancredo Neves não está em questão, no momento. Ainda que esteja longe de cair na real e vir a seguir o sábio conselho de Lula: recolher-se para lamber as feridas da derrota, e se preparar para disputar e tentar obter sua vez no podium eleitoral.

Só não pode esquecer de combinar com o eleitor.

Lula voltou a voar. Nas palavras do próprio, no sábado, já em São Bernardo/SP, pássaro parado no galho é que é alvo fácil. E tucano tem bico pesado demais para aprender.

Atrai para si a sanha político-midiática, “para ver se dão um p0uco de sossego à companheira Dilma”.

Eis o compacto da entrevista à rádio mineira em vídeo gravado pelo Instituto Lula:

 

Aqui a matéria e o áudio da entrevista: http://goo.gl/Ivwhl6

Sim, fecho com foto da Comissão Estadual da Verdade do Rio Grande do Sul, parte do acervo do Memorial da Democracia, que Lula inaugura, nesta terça, em São Paulo. Clique para saber mais.

Foto capturada em institutolula.org.br
Foto capturada em institutolula.org.br

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s